Indy
02/05/2013 17:15

Equipamentos da TV Bandeirantes são furtados no Pavilhão do Anhembi na tarde desta quinta-feira

Mala com equipamentos foi roubada no Pavilhão do Anhembi, que recebe a SP Indy 300 neste fim de semana. Nas duas primeiras edições da prova, materiais do fotógrafo Miguel Costa Jr e do site 'Tazio' foram levados da sala de imprensa
Warm Up / HUGO BECKER, do Anhembi
 (Foto: Gustavo Epifanio/Fotoarena)

Siga o GRANDE PRÊMIO                     Curta o GRANDE PRÊMIO

Uma mala com equipamentos da TV Bandeirantes foi levada nesta quinta-feira (2), no Pavilhão do Anhembi, que recebe neste fim de semana a SP Indy 300, quarta etapa da temporada de 2013 da Indy. A ocorrência foi percebida no início desta tarde, por volta das 13h (de Brasília).

O acesso ao pavilhão onde estão localizadas as equipes é restrito a credenciados. Mas em conversa com os seguranças, por causa do grande tamanho do espaço, o Anhembi é um "queijo suíço" em que "sempre há algum roubo".
 
De acordo com Walter Wentz, diretor-técnico da emissora paulistana, foram levados dois laptops, um iPhone e um HD externo. "Nós fomos roubados", disse, colérico. "Foi uma distração de 10, 15 minutos. Conversávamos com o diretor da prova e mostraríamos a ele algumas coisas em um dos laptops. Quando fui pegá-lo, não o encontrei onde havia deixado. Então vi um rapaz correndo com uma de nossas malas nas costas."
Anhembi recebe a quarta etapa da temporada 2013 da Indy (Foto: Gustavo Epifanio/Fotoarena)
A versão da assessoria de imprensa do evento, no entanto, divergiu da contada por Walter. Rodolpho Siqueira, responsável pela comunicação da prova brasileira, afirmou que o crime, na realidade, ocorreu na tarde de quarta-feira (1).

Wentz também comentou que, em 2012, a equipe da Bandeirantes também sofreu imprevistos por conta de uma tentativa de roubo. "Cortaram nossos cabos de transmissão, na esperança de que haveria fios de cobre para roubá-los. Mas os fios eram de fibra ótica. Largaram os cabos cortados. Perdemos um tempão remendando todos eles", comentou.

O suposto meliante chegou a ser avistado por algumas pessoas correndo com os pertences da emissora, mas não foi alcançado. Em função do furto, a segurança foi reforçada no local da prova.

O incidente começa a se tornar frequente no evento paulistano: tanto na edição de 2010 quanto na de 2011, furtos foram registrados durante a semana da prova. Os dois casos ocorreram na sala de imprensa do evento, também numa quinta-feira.

Na primeira ocasião, câmeras do repórter fotográfico Miguel Costa Jr. foram levados. No ano seguinte, dois laptops da equipe do site 'Tazio' desapareceram da sala destinada aos jornalistas — que ainda recebia pessoas não credenciadas.

Horas depois do roubo, Caio Luiz de Carvalho, diretor da empresa que organiza o evento, se mostrou surpreso com o episódio. O dirigente, que desconhecia o ocorrido, soube do fato ao ser questionado pelo GRANDE PRÊMIO a respeito de possíveis soluções para eliminar este tipo de ocorrência.


icon_gp A cobertura da SP Indy 300 no GRANDE PRÊMIO
icon_foto As imagens da SP Indy 300 de 2012
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana
 
GRANDE PRÊMIO acompanha ‘in loco’ a SP Indy 300 no Anhembi com os repórteres Victor Martins, Evelyn Guimarães, Felipe Giacomelli, Renan do Couto e Hugo Becker, os fotógrafos Rodrigo Berton e Felipe Tesser e o videorrepórter Renato Lima.

//