F1
07/02/2018 09:10

McLaren descarta retorno imediato à Indy e justifica: “Antes de estarmos em outra categoria, temos de voltar ao pódio na F1”

Zak Brown é um grande entusiasta da Indy e inclusive se mostrou muito empolgado com o novo carro da categoria. Contudo, o diretor-executivo da McLaren descartou, ao menos em curto prazo, colocar a equipe britânica no grid norte-americano. A principal prioridade é a de voltar a viver bons tempos no Mundial de F1
Warm Up
Redação GP, de Sumaré

A McLaren chocou e empolgou o mundo do esporte no ano passado, quando colocou sua marca e seu principal piloto na atualidade, Fernando Alonso, no grid das 500 Milhas de Indianápolis. O gesto foi ainda mais surpreendente porque levou a equipe britânica a se dividir entre a Indy e o GP de Mônaco de F1, que foi realizado no mesmo dia. Contudo, ao menos em curto prazo, a escuderia britânica não faz planos para acelerar em outra categoria. Antes, o objetivo é um só: voltar aos dias de glória na principal categoria do esporte a motor.
 
Zak Brown, grande entusiasta do automobilismo como um todo, se mostrou bastante empolgado com os novos carros da Indy. Contudo, o diretor-executivo da McLaren adotou um discurso ‘pés no chão’ para reforçar que, no momento, o foco da equipe de Woking está na F1.
 
“Acho os carros da Indy incríveis, muito bons, mas é muito cedo [para a McLaren voltar]”, declarou o dirigente norte-americano em entrevista à revista ‘Racer’. 
Alonso disputou a Indy 500 com o apoio de Zak Brown em 2017 com a McLaren-Andretti-Honda (Foto: IndyCar)
“Com tudo o que temos em curso na F1, os engenheiros e os mecânicos estão 100% focados. E se Jonathan Neale, John Allert — diretor de marca do grupo McLaren —, Éric Boullier e eu não estivermos 100% do nosso tempo empenhados na F1, vamos nos distrair”, salientou.
 
“Tenho de buscar mais patrocinadores para nossa equipe na F1. De modo que, se tento buscar uma equipe da Indy, vou perder tempo de buscar aprofundar os trabalhos da equipe [na F1], que é a prioridade número 1”, complementou Brown.
Brown aprovou o novo carro da Indy, mas descartou retorno imediato à categoria com a McLaren (Foto: IndyCar)
O grande objetivo do substituto de Ron Dennis como comandante da cúpula da McLaren é tornar novamente a equipe uma referência em termos de excelência na F1, levando-a a lutar por vitórias e títulos. O dirigente deixa transparecer que vai levar algum tempo antes de repetir o gesto da temporada passada e desbravar outras categorias com a McLaren.
 

“Então acho que, antes de entrarmos de cabeça em outra categoria, temos de voltar ao pódio na F1. Como torcedor da McLaren e competidor, quero estar em todas, mas pensando no negócio como um todo, temos de estabelecer uma estratégia de dez anos e pensar em como e por que fazemos isso e que isso seja sustentável”, ponderou o norte-americano, que mencionou a proximidade da adoção de novas regras de motor para concluir.
 
“Com tudo isso em curso, não só com a equipe de F1, mas a F1 como um todo, precisamos empregar nosso tempo em garantir que, aconteça o que acontecer em 2021, vamos estar em um bom lugar. De modo que não penso que estejamos próximos de ir para outra categoria”, encerrou o comandante da lendária equipe britânica.

Últimas Notícias
sexta-feira, 25 de maio de 2018
Copa Truck
Copa Truck
Endurance
Copa Truck
F1
Indy
Copa Truck
F2
Indy
Copa Truck
Indy
Indy
Copa Truck
Indy
Indy
Galerias de Imagens
Facebook