F1

Kobayashi afirma que motor Renault é entre 20 e 30 km/h mais lento que Mercedes em velocidade de reta

Kamui Kobayashi disse que a Caterham está deixando de lado o trabalho no chassi de seu novo carro para tentar ajudar a Renault a solucionar os problemas de seu motor

Warm Up / Redação GP, de São Paulo

Com o novo motor Renault, não será possível acompanhar os times que usam unidades de força construídas pela Mercedes ou pela Ferrari, de acordo com Kamui Kobayashi.

Piloto da Caterham, Kobayashi disse que a equipe deixou de lado o desenvolvimento do carro para se concentrar exclusivamente em ajudar a Renault a recuperar o prejuízo. Na visão do nipônico, nas condições atuais, não há como competir com as rivais.

De acordo com Kobayashi, os carros equipados com unidades de força da Mercedes são entre 20 e 30 km/h mais rápidos nas retas nos testes no Bahrein.
Kamui Kobayashi observa os testes coletivos desta quarta (Foto: Getty Images)
“No momento, definitivamente, estamos muito fracos, então damos o máximo de oportunidades para eles trabalharem e depois vamos trabalhar no nosso carro. Estamos esperando pelo motor”, disse Kobayashi nesta quinta-feira (20) em Sakhir.

“Durante os testes, encontramos outros carros e podemos ver claramente que os da Mercedes são muito mais rápidos nas retas, 20 a 30 km/h a mais, e isso significa pontos de freada diferentes, tudo, se tivéssemos a potência correta”, comparou o piloto. “Vamos ver o que podemos fazer rapidamente. No momento, estamos bem atrasados”, afirmou.

No Bahrein, a Renault já apresentou uma ligeira melhora em relação ao fiasco que foi o teste de Jerez, há três semanas.

Só nesta quinta-feira, Sebastian Vettel, da Red Bull, pôde dar quase o triplo das voltas que o RB10 completou na Espanha.

Kobayashi, no carro da Caterham, girou 66 vezes pelo circuito barenita, liderando entre os bólidos impulsionados pela Renault. Vettel e Jean Éric Vergne aparecem na sequência com, respectivamente, 59 e 58 passagens. Mais atrás ficou Romain Grosjean, que foi capaz de dar 26 voltas nos dois primeiros dias de atividades em Sakhir, sendo 18 hoje.

Em termos de tempo de volta, o CT05 foi o melhor dos carros que usam unidades de força da Renault, fechando na sexta posição no geral.