F1
16/07/2014 21:47 - Atualizada 19/07/2014 00:18

Globo reduz espaço da F1 na grade de programação e exibe apenas Q3 do treino classificatório para GP da Alemanha

Já consta na grade de programação da TV Globo que apenas o Q3 contará com exibição em TV aberta neste sábado (19). A íntegra da sessão que define o grid de largada para o GP da Alemanha será transmitida pelo canal a cabo SporTV
Warm Up / VICTOR MARTINS, de São Paulo / RENAN DO COUTO, de São Paulo
 Antes da corrida, Massa falou com Barrichello, agora comentarista convidado da Globo (Foto: Getty Images)
A TV Globo não vai exibir a íntegra do treino classificatório para o GP da Alemanha, décima etapa do Mundial de F1, na manhã deste sábado (19). A emissora carioca inicialmente havia definido que entraria no ar com a F1 apenas às 9h48 (de Brasília) para mostrar o Q3 da sessão que define o grid de largada, marcada para o tradicional horário das 9h. Depois, resolveu acrescentar mais 13 minutos. Assim, a transmissão abre às 9h35.

Até então, serão exibida programação infantil na faixa da TV Globinho. Na ausência da Globo, quem assume a transmissão ao vivo da tomada de tempos é o canal por assinatura SporTV.

O GRANDE PRÊMIO apurou que o expediente deve ser mantido também para as próximas etapas do campeonato. Entende-se que a audiência mais baixa dos treinos classificatórios prejudica a sequência da programação da emissora, daí a opção por abrir mão das sessões.

A corrida, por sua vez, segue sendo transmitida na íntegra. De acordo com a grade disponível no site da emissora na tarde desta quarta-feira, o Globo Rural vai ao ar das 7h38 até às 9h.
Programação do GP da Alemanha no site da Globo e do SporTV (Foto: Reprodução)

Nas últimas etapas, os treinos classificatórios foram constantemente batidos pela concorrência na parte da manhã. Na audiência medida pelo Ibope, em que cada ponto equivale a 65 mil televisores sintonizados na Grande São Paulo, a Globo teve 4,7 na classificação para o GP de Mônaco, 4,2 na Áustria e apenas 3,1 na Inglaterra, segundo com informações dos colunistas de TV.

 Apesar da audiência da categoria estar em queda, o Brasil é o país com o maior número total de telespectadores. Em 2013, de acordo com o Relatório Global da FOM (Formula One Management), 77 milhões de brasileiros acompanharam o Mundial pelas transmissões da TV.

Relatório de audiência da FOM coloca Brasil no topo (Arte: Rodrigo Berton)

Recentemente, a TV Globo já se viu obrigada a deixar de apresentar ao vivo GPs, mas sempre pela coincidência com outros eventos, esportivos ou não, nunca para substituir por outro programa da casa: os GPs dos EUA de 2012 e 2013, pela coincidência com os jogos decisivos do Campeonato Brasileiro e o GP da Hungria de 2013, devido à visita do Papa Francisco ao Brasil na Jornada Mundial da Juventude. Além disso, o GP do Canadá de 2013 teve apenas os momentos iniciais mostrados ao vivo, dando lugar logo depois para o amistoso entre Brasil e França, preparatório para a Copa das Confederações.

O SporTV transmite sempre os três treinos livres de cada GP ao vivo e, até o GP da Inglaterra, colocava no ar a classificação e a corrida em horário alternativo.

Em todos os GPs, o leitor do GRANDE PRÊMIO pode acompanhar AO VIVO, em TEMPO REAL e NA ÍNTEGRA todas as atividades de pista do Mundial de F1.

Análise

Victor Martins: tanto a F1 quanto a Globo têm culpa
Renan do Couto: produto da F1 fica ainda mais desvalorizado


GRANDE PRÊMIO cobre 'in loco' o GP da Alemanha, décima etapa do Mundial de F1, com a repórter Evelyn Guimarães. Para acompanhar todo o noticiário, clique aqui.

 

//