F1
11/09/2013 12:04

Ferrari oficializa retorno de Räikkönen para formar dupla com Alonso na temporada 2014 da F1

Poucas horas após Felipe Massa anunciar sua saída de Maranello no fim da temporada, a Ferrari oficializou a contratação de Kimi Räikkönen. Campeão em 2007 pela equipe, finlandês volta ao time após quatro anos afastado
Warm Up
JULIANA TESSER, de São Paulo

Automobilismo na TV: a programação do fim de semana
Massa confirma saída da Ferrari e fala em buscar carro para ser campeão
Räikkönen destaca memórias dos anos de Ferrari e comemora volta
Chefe da Ferrari celebra retorno de Räikkönen: "Eu o senti muito feliz"

O suspense sobre a dupla da Ferrari chegou ao fim. Algumas horas após Felipe Massa anunciar sua saída da equipe, Maranello oficializou a contratação de Kimi Räikkönen, que voltará para a escuderia italiana quatro anos após sua saída. O acordo é válido por duas temporadas.
Räikkönen volta para a Ferrari após quatro anos de ausência (Foto: Ferrari)
Com a decisão anunciada pela fábrica presidida por Luca di Montezemolo nesta quarta-feira (11), Räikkönen formará dupla com Fernando Alonso, rompendo uma antiga tradição da equipe de não colocar pilotos fortes lado a lado. A última vez que isso aconteceu foi em 1990, quando Alain Prost e Nigel Mansell – que ainda não era campeão mundial – dividiram as atenções nos boxes vermelhos, e a Ferrari conquistou o segundo lugar no Mundial de Construtores, 11 pontos atrás da McLaren.
 
Ao longo de sua primeira passagem pelo time, Räikkönen disputou 52 GPs, conquistando nove vitórias, cinco poles, 16 voltas mais rápidas e 26 pódios. A relação com Maranello acabou em 2009, depois de três anos de trabalho, quando o time decidiu romper o contrato de Räikkönen para dar lugar a Alonso. 
 
Kimi passou dois anos longe da F1 se dedicando ao rali, mas voltou no ano passado pelas mãos da Lotus. Até aqui, o finlandês acumula 32 corridas com o time de Enstone, com um total de duas vitórias e 13 pódios.
 
O passe de Räikkönen, aliás, foi o mais disputado desta temporada. Inicialmente, o campeão de 2007 negociou com a Red Bull para assumir o posto que será deixado vaga por Mark Webber, mas as tratativas falharam. O interesse da Ferrari veio na sequência, mas a Lotus não desistiu de trabalhar para mantê-lo.
 
Räikkönen, por outro lado, buscava garantias técnicas e financeiras do time chefiado por Eric Boullier, mas a equipe britânica não conseguiu aplacar as preocupações de seu piloto número 1. Assim, a Lotus agora terá de recorrer ao mercado de pilotos e tem algumas boas opções disponíveis, entre elas o próprio Massa, mas também Nico Hülkenberg, que é apontado pela imprensa como um forte candidato ao posto.

Últimas Notícias
sexta-feira, 25 de maio de 2018
Copa Truck
Copa Truck
Endurance
Copa Truck
F1
Indy
Copa Truck
F2
Indy
Copa Truck
Indy
Indy
Copa Truck
Indy
Indy
Galerias de Imagens
Facebook