FE

F-E anuncia criação de nova categoria-satélite onde carros serão guiados não por pilotos, mas por inteligência artificial

A Roborace é uma realidade a partir desta sexta-feira (27), quando a F-E anunciou sua criação. A nova categoria-satélite do campeonato de monopostos elétricos começa efetivamente, a priori, na temporada 2016/17, mas a mera confirmação de uma série de corrida de carros sem pilotos chama a atenção

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro


Talvez o passo mais ousado dado pela F-E até agora não tenha sido o desenvolvimento a jato dos carros, ou vender o projeto para cidades grandes mundo afora, ou mesmo o FanBoost. Talvez tenha surgido agora, nesta sexta-feira (27), quando a F-E anunciou uma nova categoria-satélite, a Roborace, que terá carros sem pilotos. Isso mesmo, sem pilotos.
 
Para o diretor-geral da F-E, Alejandro Agag, a corrida sem pilotos não é algo a se tornar uma tendência e terminar com o automobilismo. Na verdade, Agag falou nem sequer saber se isso é automobilismo, mas que sabe que terá reações negativas a enfrentar. E é disso que a F-E gosta, de acordo com ele.
 
"Isso é totalmente diferente, radicalmente diferente. Não é um desafio para o automobilismo. Não sabemos se isso é automobilismo ou não. Ainda existem corridas de cavalo - e andamos de carro nas cidades. Então, acho que o automobilismo está aqui para o longo prazo", disse.
Roborace, a nova categoria-satélite da F-E (Foto: F-E)
"Acho que as pessoas vão sempre querer ver seres humanos correndo uns contra os outros - desde a época dos romanos ou mesmo antes nós temos visto isso. E vamos ver no futuro. Mas esse é um desafio totalmente diferente. É um convite para companhias realmente se adequarem ao desafio e colocarem suas tecnologias numa plataforma que vão mostrar que tecnologia sem piloto pode correr em condições extremas", explicou.
 
"Esperamos uma reação, isso que gostamos. Gostamos de criar controvérsia e gostamos de sugerir as coisas que são revolucionárias. Isso claramente é revolucionário. Algumas pessoas não gostam de revolução, mas normalmente ficam atrás", encerrou.
 
A nova categoria é fruto da parceria da FEH com a Kinetik, uma empresa de tecnologia de Dennis Sverdlov - o antigo dono da empresa Yota, hoje vendida para a gigante russa MegaFon, e criador do revolucionário telefone celular de duas telas, o Yotaphone. 
 
Depois de vender a empresa de smartphones, Sverdlov já foi matéria da revista inglesa 'Financial Times' no último mês de setembro. A 'FT' atenta para sua aposta no indústria dos veículos elétricos e seu investimento na Charge, uma empresa de criação de trens de força EV de baixo-custo para ônibus e caminhões. Como a Charge é em Enstone, bem na cara do chamado Triângulo de Oxford, a parceria com a F-E faz sentido.
 
"Acreditamos apaixonadamente que no futuro o mundo dos veículos terá a ajuda de inteligência artificial e será impulsionado por tecnologia elétrica, melhorando o meio ambiente e aumentando a segurança nas estradas. A Roborace é uma celebração de tecnologia revolucionária  e inovação que a humanidade atingiu nesta área", falou o empresário russo.
Corrida sem pódio? Na Roborace (Foto: F-E)
"É uma plataforma global para mostrar que tecnologias robóticas e inteligência artificial podem conviver conosco na vida real. Além do mais, qualquer um que esteja próximo a essa transformação agora tem uma plataforma para mostrar as vantagens de suas situações sem alguém no volante, e isso deve aumentar a velocidade do desenvolvimento da tecnologia", encerrou.
 
Segundo a categoria, a Charge vai fornecer suporte para a Roborace, além de se tornar a parceira de caminhões oficial da F-E, dando os veículos elétricos para todos os fins necessários, desde recarga dos carros até desfile dos pilotos. 
 
O interesse das partes é organizar corridas bem parecidas às da F-E: uma hora de duração, cerca de 14 minutos mais longa, e com dez equipes colocando dois carros na pista. O plano é ter carros que atinjam mais de 300 km/h, segundo Sverdlov falou à revista norte-americana 'Wired'. A expectativa da F-E é introduzir a nova categoria no começo da temporada 2016-17, portanto só no próximo mês de setembro.
 

O nome é Ron Dennis, mas pode chamar de Chato de Galocha que ele atende com...

Posted by Grande Prêmio on Sexta, 27 de novembro de 2015
PADDOCK GP EDIÇÃO #8: ASSISTA JÁ