Endurance
04/05/2018 17:41

Fittipaldi tem fraturas em ambas as pernas e passa por duas cirurgias após acidente em Spa-Francorchamps

Em um primeiro momento, o time médico que atende Pietro Fittipaldi em um hospital na Bélgica verificou as fraturas expostas na perna esquerda e uma luxação na perna direita. Mas novos exames identificaram ruptura de ligamento e fratura no tornozelo do pé direito, revelou o pai do piloto ao GRANDE PRÊMIO
Warm Up
VICTOR MARTINS, de São Paulo
EVELYN GUIMARÃES, de Curitiba


Após o grave acidente que sofreu durante a classificação das 6h de Spa-Francorchamps, nesta sexta-feira (4), Pietro Fittipaldi foi diagnosticado com duas fraturas na perna esquerda e precisou ser submetido a uma cirurgia emergencial.  Ao GRANDE PRÊMIO, Gugu da Cruz, pai do piloto, revelou que o procedimento teve duração de três horas. Mas garantiu que Pietro está bem.
 
 "Ele sofreu duas fraturas bem no meio da perna, entre o joelho e o pé — na tíbia e no perônio", explicou Da Cruz.

Uma nova avaliação na perna direita indicou também que há uma fratura e uma ruptura de ligamentos na região do tornozelo, além de ruptura dos ligamentos do joelho, o que requereu uma segunda operação na sequência.
Pietro Fittipaldi bateu na Eau Rouge (Foto: Reprodução/Twitter)
Segundo Gugu, após a operação, Pietro será levado à UTI — Unidade de Tratamento Intensivo — do Centro Hospitalar Universitário de Liege. "É apenas um procedimento padrão. Ele está bem, consciente e vai se recuperar", disse.

As previsões iniciais de recuperação, ainda de acordo com o pai de Pietro, eram de pelo menos oito semanas, mas com a descoberta do problema no pé direito, "deve demorar um pouco mais".

O carro da DragonSpeed sofreu uma pane elétrica e se apagou na saída da Eau Rouge e na subida da Raidillon, onde os pilotos conseguem alcançar velocidades acima dos 300 km/h. O brasileiro de 21 anos, então, perdeu a frente do carro e bateu de forma violenta na barreira de proteção do lado interna da temida curva. A sessão foi imediatamente paralisada pela direção de prova com bandeira vermelha, para o atendimento ao piloto e aos reparos no circuito. Fittipaldi foi levado para o centro médico da pista belga e, em seguida, para o hospital onde está.

Mais cedo, a FIA emitiu um comunicado em que dizia que Pietro não havia perdido a consciência e que seu estado não provoca risco de vida, mas que havia, sim, suspeita de fraturas nas duas pernas, o que agora foi confirmado e compromete quase que totalmente a sua temporada, que se divide em WEC, Indy e Super Fórmula. Fittipaldi participaria dias atrás do Programa de Orientação aos Novatos, o ROP, no Speedway para seu primeiro contato com Indianápolis, mas a equipe não conseguiu aprontar o carro a tempo.

Desta forma, Fittipaldi não participa das 500 Milhas no fim do mês em uma data 25 anos posterior à última vitória de seu avô, Emerson.
GUIA WEC 2018/19
WEC abre Super Season histórica duas edições das 24h de Le MansAlonso inicia jornada pela Tríplice Coroa e encara temporada cheiaToyota representa ‘missão impossível’ para equipes independentes
 


Últimas Notícias
sexta-feira, 25 de maio de 2018
Indy
Indy
Copa Truck
Copa Truck
Endurance
Copa Truck
F1
Indy
Copa Truck
F2
Indy
Copa Truck
Indy
Indy
Copa Truck
Galerias de Imagens
Facebook